domingo, 1 de dezembro de 2013

O NaNoWriMo e a felicidade do mês terminar



Para quem não sabe – até mês passado eu não sabia –, o mês de novembro é marcado pelo evento National Novel Writing Month. Resumindo, um mês para escrever um conto. A meta de 50 mil palavras em um mês.
Ótimo. Sou uma pessoa que ama escrever, tenho muitas ideias por dia, posto fanfics frequentemente no Nyah! Fanfiction. Então o que poderia dar errado?
Absolutamente tudo.
E agora, o mês de novembro terminou. Eu escrevi vinte mil palavras e o meu arquivo de pesquisas tem mais de trinta mil palavras. Opa! Cinquenta mil. Pode ser?
Vamos por partes. Para saber o que aconteceu, eu vou rever o mês inteiro.
Primeiramente comecei a escrever uma semana depois do inicio de novembro. A escrita implica também na minha rotina diária, eu não vou descrever aqui o que eu faço desde que minha filha abre meus olhos às oito da amanhã, até o último minutinho que eu fecho os olhos quando não consigo mais lutar contra o sono, entre um comercial ou outro do History Channel.
O fato, é que no começo dessa semana, eu estava deprimida porque não dei conta desse desafio. Mas agora eu já estou conformada, até porque essa foi a primeira vez que participei. Tenho pra mim que foi pressão demais da minha cabeça.
A ideia geral é escrever, escrever e escrever. Eu escrevi, escrevi e escrevi. Só que eu escrevi várias coisas. Escrevi fanfics, escrevi artigos e guardei para mim, escrevi algumas ideias, escrevi uma carta para minha amiga que mora na Irlanda. Enfim.
Eu fugi do foco. Estava tão preocupada com detalhes pequenos da história, como sempre faço, que acabei não seguindo a proposta do evento. Não era como se eu fosse publicá-lo depois do natal, não é? Foi como levar um tapa na cara e um dedo gigantesco apontar na sua cara e falar: “Lero, lero!”
Mas agora que o mês acabou eu me sinto aliviada. Sinto vontade de escrever meu conto. E aquela ideia de que me sentia pressionada se esvaiu. Me libertei das correntes do NaNoWriMo.
É tão bom! Ah! Posso respirar aliviada e voltar escrever minha linda história.
Levarei essa experiência para o futuro.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sabe porque a galinha atravessou a rua?
Para ler seu comentário na lan house (Tum dum tsss)