sexta-feira, 15 de março de 2013

Onde você lê?


Um bom livro, um suco ou café. Uma rede ou sofá. Final de tarde ou inicio da manhã. Ouvindo música, ou ouvindo os pensamentos. Se imaginou em algum lugar assim?
Pois é.
Não é todo mundo que tem um tempo livre para sentar na varanda de casa e ler um livro inteiro sem se preocupar com a vida. A verdade é que as pessoas estão cada vez mais atarefadas e sem tempo para fazer algo como sentar na rede e ler um livro.
Você se encaixa nesse grupo? Eu também. Apesar de não trabalhar fora de casa no momento, o tempo é escasso, e eu divido ele com diversas tarefas. E a leitura só ganha um pedacinho, que é geralmente a noite quando minha filha vai dormir e finalmente eu posso sentar no sofá e ler, ler e dormir com a cara em cima do livro.
Mas não é somente a noite, quando a casa esta silenciosa, que dá para ter uma boa leitura. Alguns dias a trás perguntei no Twitter e Facebook onde as pessoas costumavam ler, e a maioria respondeu ônibus/trem/metrô.

Certas pessoas passam mais de uma hora no ônibus e com certeza ficar na companhia de seus personagens favoritos é uma hora muito bem aproveitada.
Eu sou o tipo de leitora que não se contenta em correr os olhos através das palavras e mergulhar completamente na leitura, ficando quase num estágio de meditação. Ao contrário disso, eu falo com os personagens, gesticulo, reclamo, choro e brigo. Sabe, como a nossa mãe faz quando vê novela (a minha vê novela) e fala com a televisão. O último livro que li no ônibus (Immortales da Roxane Norris – já fiz resenha aqui) chorei e me descabelei num capítulo. Todos pararam para olhar minha reação.

Alguns mitos referente a leitura noturna, leitura no ônibus entre outras já foram esclarecidas.
Principalmente aquela famosa regrinha de não poder ler no ônibus porque faz mal para vista ou causa descolamento de retina. Eu fui atrás da opinião de quem entende do assunto e encontrei essa nota de um oftalmologista:
“O máximo que a pessoa pode ter é enjoo e dor de cabeça com leitura no trânsito. O risco de descolamento de retina de quem está lendo é o mesmo de quem não está. Pode acontecer caso ocorra uma freada brusca e se a pessoa tiver uma lesão predisponente”
André Souza Soares Maia – site Unimed RJ
Também há aquele probleminha com a leitura em computador, tablets e celulares. Vista cansada, olhos avermelhados, dores no pescoço., dor de cabeça. Alguém já sentiu? Talvez seja a hora de procurar a ajuda de um especialista :D

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sabe porque a galinha atravessou a rua?
Para ler seu comentário na lan house (Tum dum tsss)