terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Pequena, pequena Maria


 Pequena, pequena Maria


Maria procurou por um psicólogo, ela precisava de ajuda para tomar uma decisão importante em sua vida. Pôs as cartas na mesa, e o profissional deu tudo de si para ajudar a paciente, usado seus conhecimentos. Porém, Maria saiu do consultório ainda confusa e sem uma decisão tomada.

Maria tem medo errar.
Ela não fala o que pensa, para não magoar as pessoas. Ela nunca reclama com seu chefe, com medo de perder o emprego. Ela não expões suas opiniões, porque tem medo de que as pessoas riem dela, caso esteja errada ou ninguém concorde com o que disse. Maria não escreve, porque não acha que os outros vão gostar do que vão ler. Maria não dança, porque não tem muita desenvoltura. Maria não vai a academia, porque tem vergonha de seu corpo. Maria não namora, porque não encontrou o homem ideal. Maria não gosta de novelas, porque se irrita com a caracterização do povo brasileiro. Maria não lê revistas de moda, porque nunca poderá comprar aquele vestido caro. Maria não canta em voz alta, nem no chuveiro, porque acha sua voz muito ruim. Maria não vai a praia, tem vergonha de que olhem para seu maiô retrô. Maria não lê livros, porque não gostou da sinopse.
Maria não pensa, tem medo de chegar a conclusão certa.

Milla Felácio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sabe porque a galinha atravessou a rua?
Para ler seu comentário na lan house (Tum dum tsss)